Chora!

Chora sempre que quiseres...

Isso não significa fraqueza ou vitimização; mas sim que vives, que sentes e, acima de tudo, que estás segura o suficiente para mostrar a tua vulnerabilidade.

Chora!

Sara Pinto